domingo, 5 de maio de 2013

Arraia Marinha – Como cortar, limpar e preparar sua carne.


Como tenho privilegio de morar em Recife, antes que a cidade se transforme numa metrópole irreversível, tenho o hábito de pescar todos os finais de semana.
Pesco desde os seis anos de idade, apreendi no litoral paulista, com meu avo paterno e meu pai.
Tenho como hábito a pesca com anzóis, porém, utilizo os grandes e apenas retiro do mar peixes que alimentam minha família e de amigos.
Devo dizer que levo mais para o mar do que ele me entrega.
Mas a coisa deve funcionar assim, vou pescar com iscas variadas e orgânicas que irão contribuir com a alimentação de vários organismos marinhos.
Isso quer dizer que o oceano me retribui.
No início da semana santa levei meus dois filhos menores e mais três amigos para pescar.  As idades variavam de 11 a 13 anos, quatro meninos e uma menina.
Aventura total, mas faltava algo, cadê os peixes.
Chegamos em nosso point às 23 horas do sábado, passamos a noite pescando e fomos agraciados no final da empreitada com duas arraias, uma de aproximadamente 5 Kg e outra de 10 Kg.
Com tanta proteína animal de qualidade, alimentamos quatro famílias.
Chegamos ao ponto crucial, como limpar, tratar e saborear os presentes que recebemos do mar.


Como Cortar e Preparar a Carne das Asas
Nas arraias que pescamos, troxemos para casa as asas. Um amigo pescador ficou com as outras partes, não desprezamos nada.
O primeiro passo é retirar da pele da arraia o muco, que alguns chamam manteiga.
Retirei esfregando laranja e em seguida colocando as asas em água corrente.
Retirei a pele da arraia com uma faca bem afiada, separei a carne do couro, a arraia não é um peixe de escamas.
Carne separada, temperei os filés com laranja, sal e folhas de louro.
Levei a carne para um caldeirão grande e acrescentei cebolas, deixar em fogo brando, a carne ficou o tempo necessário para ficar cozida.
Retirei a carne cozida e reservei.
Desfiei os filés, retirando a cartilagem, a carne branca servirá para inúmeras preparações.



Novas fotos em 06-01-2014







Assista vídeo no link abaixo: 

Coluna Web Gourmet - Portal NE10


Aprenda a preparar uma moqueca de arraia

Publicado em 13/01/2014, às 15h33 | Atualizado em 19/07/2014, às 07h15






Fotos - Eduardo Gazal

15 comentários:

  1. legal sua dica, aqui na praia grande, na ilha de São Francisco do Sul tem muitas arraias, motivo pelo qual pouco se pesca ali, pois muitas são grandes... vou esperimentar.

    Milton Gontarski

    ResponderExcluir
  2. ola, ótima dica, peguei uma arraia ontem no mar aqui em santa catarina, de 12kg muito grande éla, mais sei que tem arraia que pesa 200kg, então vou seguir as suas dicas, obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, então foi uma bela pescaria!
      Fico contente em poder contribuir, obrigado por visitar meu site.
      Abs.

      Excluir
  3. gostei da receita mas se aproveitam todas as partes da arraia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a demora para responder.
      Retiro do mar arraias grandes, aproveito apenas as asas.
      As outras partes são doadas para outros pescadores.
      Sempre aparece alguém solicitando o rabo e o restante para fazer caldinhos.

      Excluir
  4. Qndo arraia vem com o cheiro forte como faco para limpa? Só com limão e agua corrente? Acho q comprei a arraia mijona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laís

      No meu caso, as arraias foram pescadas e manipuladas logo após a captura.
      Utilizei o ambiente que estava para cortar a asas da arraia, logo em seguida lavei com bastante água do mar.
      O restante do peixe ficou com outros pescadores.
      Quando cheguei em casa, para retirar o resíduo de muco que envolve o peixe, lavei com água corrente, esfregando o couro com uma laranja.
      Inventei o processo na hora e utilizei a laranja porque queria um elemento ácido.

      Excluir
    2. Muito interessante!!!
      Preciso arriscar, nunca comi arraia!!!!

      Excluir
  5. Tentei comer e o cheiro de amônia era insuportável, joguei fora fiquei com medo de ser algum produto pra conservar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qdo existe o cheiro de amônia é sinal que o pescado já está em fase de decomposição, não é aconselhável consumir.

      Excluir
  6. Muito legal sua dica Eduardo.Sou de SP mas moro em Olinda.Estava as voltas,procurando uma receita de Arraia (comí uma única vez há anos,qdo cheguei em Recife e gostei muito).Pesquei muito lambsrí,bagres e tilápias nos rios.Mas no mar ,nunca.O mais legal da receita é essa consciência ambiental.
    Obrida mesmo!

    ResponderExcluir